4 de fevereiro de 2012

Três

Nem é mais amor, é só rotina...

Faz tempo que vejo, não tinha mais jeito.

Mas existia uma vontade de pra sempre. Que burro, é a impressão de teu perfume eternamente comigo;
Fica só a suave sensação de que tive um sonho

- brinquei de casinha -

Mas passa, passou. A onipotente verdade, repleta do teu jeito de ser, não permite minha interferência. Agora passou do limite.

E a culpa é só nossa.|..