7 de fevereiro de 2008

E se...

Mas e se for assim...

quero e não quero

presencio, livre

confronto feroz

ego, id e tu

intrusa!!! intrusa em meu mundo caótico

Não entendes? Minha paz é o que tenho de mais precioso

"My precious"...

largarei o anel

sou o senhor de quem posso ser, for ou fui

pressão pressão.

Meu nome é medo.

Se te perder, vou ser escravo (escrevo?) de minha tristeza que já conheço

Se me perder, serei um crivo
atitude, da qual jamais vou me perdoar.

Meu bem, deixa-me ser teu

ainda que cuba-libre.

Mas não me cobra a estada que não posso
(e não vou)

te conceder, pois o preço é minha liberdade...

Atividade, atividade

já te entreguei minha libertinagem, e não vou te entregar outras das minhas consoantes.

Não força, mulher.