30 de março de 2006

O que será, né?


ahh o amor
por mais que se corra
perde e ganha
se de bom que vem contente
se vem ruim seca a gente

ahh esse amor
por mais que se procure
machuque e cure
se de bom endoida a mente
se vem ruim te faz demente

ahh bom amor
corro e procuro
perco e ganho
machuco e curo
Mas o amor é feito de que?
é feito de medo do escuro?
é construido a partir da semente,
a qual nasce sempre sobre um muro,
e fica a olhar toda essa gente,
(des)contente

O amor é feito de que?
Livros e teorias?
Treino e prática?
não sei do que é feito.

Só sei que existe.

Don Juan de saias

Frivolidade. Foi essa a palavra que me marcou quando ouvi falar sobre uma determinada pesquisa de um Psicólogo argentino andou fazendo por ae. Houve uma pequena explanação sobre isso na aula hoje. O tal cara lá chegou a conclusão de que as mulheres de até uma certa idade, tendem a banalizar as relações, por terem sua identidade "massificada" com todo tipo de tendência, digamos assim, barateando o custo que se paga por gostar, ou, "exagerando" a intensidade de determinado sentimento, sem se importar com as conseqüências depois. Essas meninas, pois não podem ser chamadas de mulheres ainda, mostram também uma capacidade fora do comum em não apontarem nenhum tipo de reserva em usar algum coitado em pról de uma maquinação futura, que vai acabando por beneficiar só ela própria, deixando o fudido com cara de trouxa. Lógico que isso se passa em uma faixa etária, e também que existem exceções, idade mental conta muito. Bom, na minha opinião, isso não se prende só as mulheres. Tem uma porrada de cara que faz a mesma coisa, mas a mulherada (não me matem!!) sabe fazer de forma mais maligna. Muito mais maligna. Bom, vou tentar achar o artigo na íntegra, pra não me basear só no que foi dito em sala. Mas por enquanto tô achando um assunto bem interessante.

28 de março de 2006

Estamos ae


Estamos ae. Postei essa foto de novo porque tinha esquecido de dar o devido crédito a Nayara que tirou-a. Gostei dessa na real. Bom, as pessoas já sabem do terrível acidente com o carro do meu pai. Deu 500 reau de prejú. Quero só ver. De resto foi tudo tranquilo. A vida tá boa. Hoje aulinha de História da Psicologia no Harém. Estaremos lá. Um abraço pros mano e um bejo pras mina.

27 de março de 2006

O sol

Hey!!!
Dor

Eu não te escuto mais

Você
não me leva a nada

Hey!!!
Medo

Eu não te escuto mais

Você
não me leva a nada


E se quiser saber pra onde eu vou
Pra onde tenha sol

É pra lá que eu vou

(Jota Quest)

24 de março de 2006

Madrugada

A madrugada me inveja quando tenho o chão aos meus pés
Ela não pode
está presa ao céu dormente
da noite

A madrugada me incentiva quando chove no meu quintal
Ela não pode
se esconde nas nuvens escuras
de chuva

A madrugada me entrega as estrelas quando quero
Ela não pode
as estrelas são pequenos sóis
feitos de noite

A madrugada é o paladar adormecido feito no dia longo que escreveu mais um capitulo
Ela pode sim
a vida é um poema
feito de gesto, cheiro, som;
Feito de vida

23 de março de 2006

Vida louca, vida

Vida louca, vida
Vida breve
Já que eu não posso te levar
quero que você me leve...

Vida louca, vida
Vida imensa
Ninguém vai nos perdoar
nosso crime não compensa...

(Cazuza)

22 de março de 2006

É vontade isso?


Estou faminto, busco as verdades

Humildes, ladeadas por tantas pedras

Soltas pelo chão.

Estou com fome de palavras, aquelas, sabe?

Sinceras, marcadas pela vida

Expirando a razão.

Estou em guerra interna. Uma luta dia após dia,

brincando de ator (mentando / mentado?!?)

Enganando minhas preces, esperando...

Quando cai do céu??

21 de março de 2006

Fliper


Essa foto foi tirada (por mim) numa festa que rolou no fliperama há muuuuuuuuuuuuito tempo. Coloquei ela porque me disseram que o fliper fechou. Triste, muito triste. Apesar de não ir lá há bastante tempo, não posso deixar de expressar minha tristeza pelo fechamento. Muitas histórias foram criadas, muita coisa aconteceu. Quem é que não lembra do "Cruisin USA", ou do "Street Alpha II", "Mortal Kombat", etc, etc, etc... E a copa de 2002? Depois do baile, todo mundo pro fliper ver o Brasil penta... Posé, o que era bom acabou-se. Paciência. Foi muito massa. Nunca vou esquecer. Um abraço pra galera do fliper.

20 de março de 2006

Onde? Quando?

Caiu um fim de semana em cima de mim. Minha voz não se faz mais ouvir, pois está fraca e rouca, e demorará alguns dias até voltar (e sabe-se lá quantos dias) ao normal. Mas a Jam foi muito boa... O povo da zimba é meio enjoado na real, fica sempre reclamando que ninguém faz festa, que não tem nada, e quando tem ninguém vai. Bom, azar é do povo. A sonzera rolou (muito bem por sinal) e tinha uma galera massa. Ontem (domingo), baile de formatura da pedagogia da Udesc, e eu enchi o pandulho de cana de novo. Agora descanso. Mais tarde aula de Genética Humana. O professor pediu pra galera levar uma tesoura. Pra que ele quer uma tesoura na aula? Dissecar o DNA??

18 de março de 2006

Adendo ao post passado

Barrilha: Produto (altamente) quimico, soda cáustica em pó, que no contato com a água ou mucosas, queima facilmente. Produto esse que alguns imbecis teimosamente insistem em descarregar do navio à granel, isto é, de forma solta. Junta-se isso ao fato que o dia faz sol, e venta muito em imbituba, significa: Queimaduras.

Ps: É hoje o Tubo de ensaio. Que correira.
Ps2: Foto do navio de barrilha: http://luizmario.blogspot.com/2005_11_01_luizmario_archive.html

16 de março de 2006

Casa da vó


Fotinho do fim de semana, casa da vó na villa. Eu na função pra preparar o carbonara pra um bando de bêbado faminto. Aparecerão mais dessas depois. E não esqueçam que sábado agora rola o Tubo de ensaio. (vide post anterior)

Ps: Maldito navio de barrilha que me fodeu a garganta e me queimou todo de novo.

14 de março de 2006

Tubo de Ensaio


Ae galera, vai rolar nesse sábado, 18/03, no antigo tribo da lua (antigo antigo zimbawê) o Tubo de ensaio, que vai servir de pré-estréia pra grande Jam Session, que vai ser sei lá onde, provavelmente na páscoa. Bom, muitas bandas e pessoas convidadas, Ushaddai, Ghambiarra, Guimbrothers, Osmose, Dj Peterson, etc, etc, etc. A cerva garrafa vai custar R$ 2,00. Ingressos Masc. = R$ 5,00 e Fem. = R$ 2,00. Quem foi na primeira, (que é de onde saiu essa foto) com certeza vai querer ir na segunda. Confiram!! Mais informações vão rolar aqui nesse blog e também no Orkut. Hoje aulinha de História da Psicologia. Fuizzz

Dia tranqüilo

O dia foi tranquilo hoje... O corpo reclamou um pouco da cachaça do fim de semana, como era esperado. Aulinha (enfadonha) de Genética, mas é bom ficar naquela sala de aula. Ae vai uma foto da minha filhota no carnaval... Fazia um tempinho que ela não dava as caras por aqui. E no resto, tudo na paz.

11 de março de 2006

Será?? Será??


Tem pai que as vezes "viaja". O meu não foge a essa regra. Mesmo com trocentas faculdades, pós, mestrado e o escambau, as vezes ele é burro que dói. Hoje, por exemplo, chego em casa (amanhecendo) e ele me informa: "Tu vai trabalhar pra mim à tarde." eu respondo, na maior sinceridade: "Pai, o rodnei já pediu pra mim fazer pra ele, mas se ele não chamar eu vou, isso tu já vai saber lá." Como me acordei as 13:30 e ninguém tinha me chamado, achei que não ia ter serviço, ou por algum motivo ambos não precisavam, mas vem minha mãe e diz: "Tu é fogo né? Teu pai tá por conta contigo, mandou avisar que ficou muito bravo, tu diz que ia trabalhar e não foi." Raios, raios duplos e raios triplos. Por que diabos ele não me chamou? Bom, acabei de vir da padaria onde uma pessoa ficou me olhando insistentemente. Quais seriam suas intenções? Ela não me é estranha. Terá sido do baile (esquecimento quase completo) municipal? -- Pausa para protesto: JUH, EU QUERO AS FOTOS PORRA!!! -- De qualquer forma, já foi, já era. Mas nunca se sabe. Agora dá licença que eu vou voltar pra padara e fazer uma tocaia.

10 de março de 2006

Velhas Virgens

O show é o que há. Sem comentários. Inclusive, participei da fundação da Santa Igreja Alcoólica do Próximo Gole. HIAUEHiuHEIUheIU.

9 de março de 2006

Feliz dia internacional da mulher!!

Mulheres, o negócio é o seguinte: Opinião minha, bem, acho que vocês estão marcando. Sim, marcando. Antes que a adorável leitora resolva me crucificar (CACHORRO!!!), me explico: Não é do jeito que vocês acham. Existem, sim, homens que ainda procuram um romance, um ideal... Mas o buraco é mais embaixo. Eu aprendi a vida inteira com os homens da minha familia (os que me serviram de referência, como Mário Teixeira, meu avô, ou o Pi, meu pai), que o cara tem que ser carinhoso, atencioso, gente-boa, e aquele blábláblá de sempre. O problema é a controvérsia que isso causa. Sim, vocês, mulheres, marcam, freiam na curva, erram o escanteio. Pô, todas as vezes que eu (quando novo) ouvi as instruções dos meus ícones, fiquei feliz. Pensei: "É isso mesmo, adoro ser assim. Vou me dar bem." Mas só tomei no meu respectivo buraco. Só levei na cara!! Por outro lado, quando resolvi ser mau, bandido, vagabundo, só me dei bem. Agora adorável leitora, pode me chamar (CACHORRO!!!) de mau, não porque eu mereço. Mas porque foram vocês que me fizeram assim. Aprendam a gostar de verdade. Ninguém é burro, e eu não cometo (mais) erros. Marcou comigo, se fudeu. E tenho dito!!

Ps: São poucas as que se salvam, e as que se indignaram, o chapéu serviu!!
Pss: Tô pouco me fudendo pros erros de protugueis

7 de março de 2006

Foto do carnaval



Bom, essa foto ae é uma amostra da Operação carnaval 2006. AHIEUhiUAEHiuheIUH. Quanto ao post anterior, vamos por partes:

-- Valeu Cheilla, tomara que dê certo.
-- Quem me dera Juh, quem me dera.
-- Hc, quem receita TP é o psiquiatra, mas se der eu te arrumo uns.
-- Paty, hoje é história, tomara que eu goste tb.

No mais, tudo tranquilo. Ontem assisti aula de genética até o fim (milagre!!), fui na Tita e tomei uma fanta Uva (milagre de novo!!). Vamos ver até quando isso se repete.

Ps: Jesus, eu tô estudando num harém. HAIEUhiuEHiue

Começei

Hoje foi o primeiro dia no novo curso. Gostei bastante, depois eu conto os detalhes. =P

6 de março de 2006

To com preguiça

Fim de semana na casa da vó na villa. Férias depois das férias. Amanhã tem que ir limpar a baia. Ai ai. Alguém me dê um bilhete (premiado) da mega sena. E cadê minha poesia porr@??

4 de março de 2006

Se algum dia nascer feliz

Perdi minha poesia. Sim. Perdi. Não é por nenhum sentimento... Simplesmente fugiu da minha cabeça. Ahhh que droga, alias, era essa a minha droga nos meus momentos de solidão, minha poesia. Tô me sentindo um copo. Sei lá, alguma coisa que é usada sem ser usado nunca. Perdi o dom da palavra. Esse dom que eu nunca tive e achava que tinha. O dom de escarnecer de tudo que a vida me tras (ou será traz?) de bom e de ruim sem ligar pra o que houve. Puta merda, mas que baita puta merda. Quero minha poesia de volta. EU QUERO!!! Vou buscar ela em qualquer lugar, até onde os próprios anjos não ousam pisar.

Ps: e a minha noite foi boa.
Pss: Se alguém achar, que me diga.

=(

2 de março de 2006

Só pra constar

Tô postando da minha terra natal, Floripa. Tá muito quente. Muito cheio. E eu vou na minha 1ª consulta com o médico (lei-se psiquiatra, porque pra tratar dos outros, temos que nos tratar 1º). No mas, tá tudo bem. E eu quero as outras fotos do carnaval que não chegaram ainda. =P

1 de março de 2006

Tá tá,

Paty, a JAAAAAAAAAAAAAAMANTA que passou por cima de minha pessoa era grande. Muito grande. Grande mesmo. Zizuis. A Cheilla Maria teve um piripaque, eu virei o Ayrton Senna, mas isso deixa pra dispois. Tem tanta coisa pra contar desse carnava!!!

Ps: Ela só pensa em beijar, beijar, beijar beijarrrrr. (puta merda!! como é que escreve beijar?? ou beigar, ou beighar, ou sei lá como é essa merda)